O que é Demagogia?


Tié Lenzi
Tié Lenzi
Licenciada em Direito

Demagogia é a habilidade de conduzir o povo. Hoje, com um significado corrompido, a palavra é usada com o o significado de manipular pessoas com interesse político.

Ou seja, demagogia adquiriu um sentido pejorativo, sendo relacionada a um discurso demagogo para manipular os cidadãos.

A origem do termo

O termo de origem grega quer dizer "a arte de conduzir o povo" e inicialmente era usado para se referir à difusão de ideias sobre democracia.

Assim, um demagogo era uma pessoa que falava em nome do povo, ou seja, era um praticante da democracia.

Discurso demagogo

Com o passar dos anos, o conceito de demagogia se distanciou do sentido original e o termo adquiriu um significado pejorativo (negativo). Hoje, quando falamos em demagogia, estamos falando de um tipo de discurso comum na política, feito para cativar e manipular os eleitores.

A demagogia se transformou em uma forma de manipulação política usada por quem pretende atender suas próprias vontades, de forma ambiciosa e manipuladora. As pessoas que praticam a demagogia são chamadas de demagogas.

Apesar desse tipo de discurso ser quase sempre relacionado com a política, qualquer pessoa que utilize uma linguagem sedutora com a intenção de enganar outras pessoas também é um demagogo.

A demagogia na política

A demagogia é muito associada à política, quando o discurso é feito para "dizer o que povo quer ouvir e conquistar sua simpatia".

Por exemplo, quando um candidato usa palavras ou atitudes apelativas para fazer uma promessa que provavelmente não irá cumprir. Essas promessas são feitas para receber votos ou outra vantagem política.

O sentido de demagogia passou de “falar em nome do povo” para “adotar um discurso carismático com a intenção de enganar o povo”. Ou seja, a demagogia se tornou uma forma negativa de atuação política.

Especialmente em períodos de campanha eleitoral, o discurso demagógico pode se apresentar de diferentes formas. As falas dos políticos, em tom apelativo e emocional, são usadas para ganhar mais atenção e simpatia dos eleitores.

Exemplos de demagogia na política

Veja esse exemplo da demagogia na política: um candidato faz um discurso muito emotivo sobre um assunto que gera grande comoção popular, prometendo soluções que não serão cumpridas, seja por falta de interesse ou porque ele não tem condições fazê-lo. Quando isso acontece, existe um discurso demagógico.

Outro exemplo comum são os discursos ou declarações que são dadas publicamente. Um político pode dar opiniões, mesmo que elas não correspondam ao seu verdadeiro pensamento, pois ele sabe que serão bem aceitas pelos eleitores.

Leia mais sobre o que é política.

A demagogia para Aristóteles

O filósofo grego Aristóteles, no livro “A Política”, descreveu a demagogia como a degeneração do conceito de democracia, o que representa a alteração total do sentido original da palavra.

Quando surgiu, o termo se referia à democracia e aos interesses dos cidadãos. Já hoje em dia, a demagogia se refere mais aos interesses dos políticos ou de outras pessoas que agem em benefício próprio, deixando de lado os interesses dos eleitores.

A partir desse entendimento de que a demagogia altera o conceito da democracia, Aristóteles descreveu que a turbulência causada pelos demagogos e por seus discursos teria poder suficiente para derrubar as bases da democracia.

Saiba o que é democracia.

Veja também:

Tié Lenzi
Tié Lenzi
Formada em Direito pela Universidade Federal do Rio Grande (2009) e mestranda em Ciências Jurídico-Políticas na Universidade do Porto, Portugal.
Página publicada em 18 de Setembro de 2017 e última atualização em 15 de Maio de 2019 às 11:05.
Aviso: Este site não está relacionado a nenhum órgão de governo, autoridade pública, empresa pública ou sociedade econômica mista.