O que são os transgênicos?


Tié Lenzi
Tié Lenzi
Mestre em Ciências Jurídico-Políticas

Transgênicos são organismos que passam por um processo de alteração em sua genética, isto é, são organismos que tiveram características naturais alteradas.

Em geral, os organismos vivos mais modificados são as plantas e os animais.

O que é um transgênico?

Um organismo transgênico sofre uma alteração em seu DNA (ácido desoxirribonucleico), uma molécula existente nas células dos seres vivos e que possui a informação de toda sua composição genética.

Essas alterações somente são possíveis devido aos estudos feitos pela área de Engenharia Genética. De forma simples, pode-se dizer que se trata de um organismo vivo que recebe parte do DNA de um outro organismo.

Quando uma mudança desse tipo é feita, o organismo alterado pode desenvolver características que não são próprias de sua natureza, ou seja, que não ocorreriam naturalmente.

São exemplos de alterações feitas através da transgenia: mudanças genéticas que visem aumentar a resistência de uma espécie a pragas de lavouras ou que alterem o índice nutricional de um alimento.

Alimentos transgênicos

Os alimentos geneticamente modificados são provavelmente os casos mais populares de alteração genética. Através desses procedimentos, os alimentos podem desenvolver características diferentes, ou seja, atributos que não fazem parte de sua natureza.

A manipulação genética de alimentos gera muitas discussões pela diferença de opiniões e pelo comparativo entre os benefícios e prejuízos que os transgênicos podem causar à saúde do ser humano, dos animais e do meio ambiente.

Lista de alimentos transgênicos

Alguns dos alimentos transgênicos mais frequentes são:

  • soja,
  • milho,
  • café,
  • feijão,
  • arroz,
  • algodão,
  • cana-de-açúcar,
  • variados tipos de queijo,
  • salmão.

Estes são apenas exemplos de alguns dos alimentos que são geneticamente modificados com mais frequência, mas muitos outros que não estão incluídos nesta lista também podem passar por alterações genéticas.

Identificação dos produtos transgênicos

No Brasil, todos os produtos alimentícios que possuam transgênicos em sua composição devem ser obrigatoriamente identificados. O decreto nº 4.580/2003 determina que os alimentos quem tenham ao menos 1% de transgênicos devem possuir a informação clara no rótulo.

Devem constar no rótulo:

  • a informação de que o alimento contém ou foi produzido com componente transgênico,
  • símbolo de identificação (formado pela letra T em um triângulo de cor amarela).
trasngenico
Símbolo obrigatório da identificação de alimentos transgênicos no Brasil.

Riscos dos transgênicos

Ainda não se sabe quais são todos os riscos causados pelo uso e consumo de produtos e alimentos geneticamente modificados.

Riscos para a saúde

Os problemas mais comuns ligados à saúde podem incluir:

  • consumo de substâncias tóxicas: dependendo da alteração genética feita, o ser humano ou os animais que consumirem produtos transgênicos podem ser colocados em contato com substâncias que são tóxicas e podem trazer prejuízos ao organismo.
  • reações alérgicas: as alergias podem ser causadas, por exemplo, quando as alterações genéticas incluem algum composto que é potencialmente alergênico. Além disso, há estudos que indicam que a mistura genética pode gerar novas compostos capazes de provocar mais ou novas alergias. Também existem registros que sugerem que o consumo de soja transgênica pode ser responsável pelo crescimento na ocorrência de reações alérgicas em seres humanos.
  • bactérias mais resistentes a remédios: já há estudos que demonstram que o consumo de alimentos transgênicos, em que foram usadas bactérias resistentes a medicamentos antibióticos, por exemplo, podem fazer com que a eficiência desses remédios seja reduzida.
  • aumento do contato com agrotóxicos: uma vez que muitos alimentos são geneticamente modificados para se tornarem mais resistentes à pragas de lavouras, é comum que o uso de agrotóxicos também seja aumentado para combater estas pragas, que podem se tornar mais resistentes aos pesticidas utilizados. O aumento do uso de agrotóxicos pode elevar a quantidade de resíduos nos alimentos, que pode acabar sendo consumido pelos seres humanos ao consumi-los.

Riscos para o meio ambiente

O meio ambiente também pode sofrer impactos causados pelo aumento da produção de produtos transgênicos. Veja alguns que já foram estudados:

  • contaminação de alimentos,
  • prejuízos ou risco de extinção de insetos e de outros animais,
  • contaminação do solo e da água,
  • surgimento de novas pragas,
  • alterações ainda desconhecidas em espécies nativas do país,
  • empobrecimento dos nutrientes do solo.

Vantagens dos transgênicos

Assim como existem pesquisas a respeito dos prejuízos que podem ser causados pelos transgênicos, as vantagens também são estudadas. Conheça algumas que já foram apontadas:

  • melhoria da genética e da capacidade nutricional dos alimentos,
  • diversificação de espécies vegetais,
  • nascimento de plantas e espécies de alimentos mais resistentes a taques de pragas, vírus e fungos,
  • aumento da produção nas lavouras,
  • crescimento da produção de proteínas vegetais.

Os transgênicos no Brasil

O Brasil é um dos países que mais produz alimentos transgênicos. No ranking mundial de produtores, o país ocupa a 2ª posição, ficando apenas atrás dos Estados Unidos.

O alimento transgênico mais produzido pelo país é a soja (representa cerca de 92% da produção nacional). É utilizada principalmente para a produção de óleo e de farelo para alimentação animal. De toda soja produzida no Brasil, cerca de 40% do volume é exclusivamente direcionado à exportação.

Diferença entre transgênico e transgene

As duas expressões são relacionadas porque tratam do mesmo assunto, mas elas possuem significados um pouco diferentes. Transgênico é o nome dado ao organismo (um alimento, exemplo), que sofreu uma modificação genética. Portanto, um alimento transgênico é um alimento que foi geneticamente modificado.

transgene é o nome do material genético (a parte de DNA) que é extraído de um ser vivo e pode ser utilizado em experimentos transgênicos. Isto é, o transgene é o DNA utilizado na produção de um transgênico.

Tié Lenzi
Tié Lenzi
Licenciada em Direito e Mestre em Ciências Jurídico-Políticas pela Universidade do Porto, Portugal.
Página publicada em 10 de Dezembro de 2019 e última atualização em 8 de Fevereiro de 2021 às 19:02.
Aviso: Este site não está relacionado a nenhum órgão de governo, autoridade pública, empresa pública ou sociedade econômica mista.