Plano Real


Tié Lenzi
Tié Lenzi
Licenciada em Direito

O Plano Real foi um plano econômico criado no Brasil para estabilizar a economia do país e controlar os altos índices de inflação (hiperinflação).

O Plano foi lançado oficialmente no dia 27 de fevereiro de 1994 e a moeda começou a circular no país no dia 1 de julho do mesmo ano.

Como surgiu o Plano Real?

O Plano Real foi elaborado durante o governo do presidente Itamar Franco, que presidiu o país de dezembro de 1992 até janeiro de 1995.

A estratégia econômica foi elaborada por uma equipe chefiada por Fernando Henrique Cardoso, que na época era o Ministro da Fazenda. A criação do Plano foi uma tentativa de conter a crescente desvalorização da moeda e o aumento descontrolado dos índices inflacionários, que geravam muita instabilidade econômica no país.

Assim, o Real foi um plano econômico desenvolvido com o objetivo de ser uma moeda estável e forte, diferente das outras moedas adotadas anteriormente no Brasil.

FHC
Fernando Henrique Cardoso - Ministro da Fazenda da época e criador do Plano Real.

A criação do Plano Real foi oficializada através de uma medida provisória e atualmente o sistema é regido pela lei nº 9.069/95, que define as regras de funcionamento e de emissão da moeda.

Instabilidade econômica e inflação

A inflação acontece quando o mercado econômico não tem estabilidade e o aumento dos preços dos produtos ocorre sem controle. No período pré-Plano Real os índices de inflação eram responsáveis por um sentimento coletivo de instabilidade, já que a fragilidade da economia não permitia planejamentos financeiros seguros.

A inflação do país é medida através do Índice de Preços ao Consumidor (INPC), que apura a relação entre os preços dos produtos e o seu consumo pelas famílias. Existem outros índices que também podem ser usados, como o Índice de Preços ao Consumidor (IPC) e o Índice de Preços ao Consumidor Amplo (IPCA).

Quanto mais próximo o índice estiver de zero, mais estável é considerada a economia. Veja este exemplo da instabilidade econômica da época: em 1993 o índice do IPCA chegou a ser registrado com 2477,15%. Foi para tentar solucionar o desequilíbrio econômico e a insegurança que o Plano Real começou a ser traçado.

Quais os objetivos do Plano Real?

Para entender a necessidade da criação do Real é importante compreender o que acontecia no momento econômico do país antes de 1994.

Nos anos anteriores o Brasil teve as seguintes moedas: Cruzeiro Real, Cruzeiro, Cruzado Novo e Cruzado. Estes são só alguns exemplos de moedas e planos econômicos que existiram no Brasil nas últimas décadas.

Notas
Cruzeiros reais (1993 a 1994) e Cruzeiros (de 1990 a 1993).
notas
Cruzados Novos (1989 a 1990) e Cruzados (1986 a 1989).

Esta variedade indica que existia muita desvalorização da moeda e instabilidade econômica no país e, como consequência disso, os índices de inflação eram muito altos. Nenhuma das trocas de plano econômico foi forte o suficiente para deixar a economia do país estável e para controlar a inflação.

Portanto, os maiores objetivos do lançamento do Real eram:

  • estabilizar a economia nacional e os preços dos produtos,
  • diminuir a inflação crescente dos anos anteriores,
  • permitir a volta do crescimento econômico do país.

Fases de implantação do Plano Real

Para que a implantação do Plano acontecesse com segurança e tranquilidade, a chegada do Real foi organizada em três fases diferentes: ajustes fiscais, lançamento da Unidade Real de Valor (URV) e início da circulação do Real.

Programa de Ação Imediata (PAI)

Nesta primeira etapa foi colocado em prática o Programa de Ação Imediata. Neste programa foram tomadas várias decisões com o objetivo de equilibrar o orçamento do governo e a economia do país.

Houve diminuição e corte de gastos públicos, além do aumento de alguns impostos federais para recuperar a receita do país.

Também foram tomadas outras medidas como: redução em impostos de importação para diminuição dos preços dos produtos no mercado e aumentos nas taxas de juros para controlar os índices de inflação.

Unidade Real de Valor (URV)

Antes da entrada da nova moeda no mercado, foi criada a Unidade Real de Valor. A URV era uma unidade de moeda provisória, com a função de estabilizar um pouco a economia até que o Real começasse a circular como moeda oficial.

A Unidade Real de Valor foi criada pela Medida Provisória nº 482 e valeu por aproximadamente três meses, entre abril e junho de 1994.

A URV era calculada a partir das taxas de câmbio e, aos poucos, os valores de produtos foram sendo calculados com base nela. Esta ação fez com que o mercado financeiro adquirisse alguma estabilidade.

Circulação do Real

real

Depois destas medidas de adaptação o Real foi oficialmente adotado como moeda do país a partir de 1 julho de 1994. Neste período R$ 1,00 equivalia a CR$ 2750,00 (Cruzeiro Real - moeda vigente até o lançamento do Real).

No momento da entrada em vigor do Real, sua equivalência com o Dólar era na proporção de um para um, ou seja, existia paridade entre as moedas e Real e Dólar tinham o mesmo valor.

Consequências do Plano Real

Desde o início da implantação do Plano já foram notadas as primeiras consequências positivas. A hiperinflação deu claros sinais de queda e permitiu que, aos poucos, a população recuperasse a confiança na economia nacional, além do seu poder de compra.

A chegada do Plano Real e a estabilização econômica também foi fundamental para que o Brasil recuperasse a confiança dos mercados internacionais, permitindo a melhora das relações econômicas com outros países, especialmente por conta da segurança nas transações comerciais internacionais.

Outra consequência do Plano Real foi a redução de percentual da população brasileira que deixou de estar enquadrada em camadas sociais mais pobres. Esse índice atingiu quase 20% nos dois primeiros anos do Plano Real.

Tié Lenzi
Tié Lenzi
Formada em Direito pela Universidade Federal do Rio Grande (2009) e mestranda em Ciências Jurídico-Políticas na Universidade do Porto, Portugal.
Página publicada em 11 de Dezembro de 2018 e última atualização em 11 de Dezembro de 2018 às 18:12.
Aviso: Este site não está relacionado a nenhum órgão de governo, autoridade pública, empresa pública ou sociedade econômica mista.