O que é anarcocapitalismo?


O anarcocapitalismo (ou ancap) é uma ideologia com princípios do anarquismo, mas que defende a existência de propriedade privada e liberdade econômica. Por isso, também é conhecido como anarquismo libertário ou anarquismo de livre mercado.

Essa ideologia - que mistura ideias com mais de uma origem - pode ter diferentes conceitos, dependendo do que se entende por anarquismo. Mas, de modo geral, também se baseia na ideia anarquista de uma sociedade sem controle do Estado.

Quais as ideias principais defendidas pelo anarcocapitalismo?

Existem algumas vertentes dentro do movimento anarcocapitalista e por isso o apoio a algumas ideias pode variar. Mas, em geral, o anarcocapitalismo defende:

Existência de propriedade privada

O anarcocapitalismo defende a proteção da propriedade privada como uma forma de garantir a segurança individual, ou seja, para que a propriedade de cada indivíduo não seja violada.

Além disso, para o anarcocapitalismo, Estado e propriedade individual são conceitos que não podem coexistir, já que muitos defensores da ideologia consideram que medidas aplicadas pelo Estado são capazes de arruinar os patrimônios individuais. A cobrança de impostos seria um exemplo disso.

Comércio livre

O comércio deve ser livre e autorregulado. A própria movimentação do mercado econômico seria suficiente para garantir o funcionamento do mercado, sem a adoção de políticas econômicas impostas pelo Estado.

Muitos anarcocapitalistas entendem que somente a livre iniciativa é capaz de proporcionar uma sociedade em que os cidadãos sejam verdadeiramente livres.

Ausência de Estado

O Estado é entendido como um ente que concentra toda a autoridade e que a usa para aplicar leis. A existência de um Estado com esse tipo de poder é entendida como uma forma de violência - que é rejeitada pelo anarcocapitalismo.

Alguns adeptos também defendem que o modelo estatal já provou não ser capaz de gerenciar bem os recursos financeiros e utilizá-los corretamente para fornecer serviços aos cidadãos. Essa seria mais uma das razões para defender que a sociedade exista sem uma Estado responsável por comandá-la.

Privatização de serviços

Grande parte dos adeptos do anarcocapitalismo defende que serviços básicos que normalmente são prestados pelo Estado devem vir da iniciativa privada, isto é, devem ser privatizados.

Os principais serviços fornecidos pelo setor privado seriam atendimentos de educação, saúde, transporte e segurança.

Cooperação da sociedade

O anarcocapitalismo também defende que a cooperação social seja o mecanismo mais adequado para o oferecimento de alguns serviços.

Além disso, existe a ideia de que a troca voluntária entre os indivíduos (como uma troca de serviços, por exemplo) seja um dos pilares da sustentação das sociedades.

anarcocapitalismo bandeira
A bandeira anarcocapitalista foi criada com as cores preto e amarelo. O preto representa o movimento anarquista e o amarelo foi escolhido como uma representação da propriedade privada.

Qual a diferença entre anarcocapitalismo e anarquismo?

Anarquismo e anarcocapitalismo possuem semelhanças, pois as ideologias têm alguns princípios parecidos.

Mas, o anarcocapitalismo, que surgiu depois do anarquismo, se diferencia por aceitar conceitos que são negados pelos anarquistas (anarquistas clássicos), como a adoção de alguns conceitos do sistema capitalista.

As principais diferenças são:

Anarcocapitalismo Anarquismo
Defende a propriedade privada como um direito individual. É contra a existência da propriedade privada.
Defende a autorregulamentação de um mercado econômico. Nega o mercado econômico, considerado uma expressão do sistema capitalista.
A prestação de serviços básicos deve vir da iniciativa privada. O Estado é responsável por garantir educação, saúde, trabalho e segurança.
Defende a troca força de trabalho por salário. É contra a relação troca de trabalho por salário.

Qual a origem do anarcocapitalismo?

O anarcocapitalismo nasceu como uma vertente do movimento libertário e as primeiras ideias que originaram o conceito surgiram dos estudos do economista Ludwig von Mises (1881-1973), no século XX.

Mas, as ideias que são defendidas pelos anarcocapitalistas modernos são um pouco diferentes do que Mises imaginava. Para ele, o Estado até poderia existir (Estado mínimo), mas como uma entidade de proteção às ideias libertárias e à propriedade privada.

Hoje, boa parte dos anarcocapitalistas defende a ausência total do Estado. Sua ideia é que a organização social seja formada por uma sociedade sem poder do Estado, baseada na cooperação e na regulação da liberdade da economia livre.

Para saber mais sobre o assunto, veja também:

Página publicada em 11 de Março de 2020 e última atualização em 8 de Fevereiro de 2021 às 19:02.
Aviso: Este site não está relacionado a nenhum órgão de governo, autoridade pública, empresa pública ou sociedade econômica mista.